Implantodent - Odontopediatria

Odontopediatria

A Odontopediatria é a especialidade da Odontologia voltada ao atendimento infantil. O Odontopediatra é um profissional altamente qualificado, com conhecimentos específicos sobre o diagnóstico e tratamento das doenças dentárias, além do crescimento e desenvolvimento infantis.O objetivo primordial de qualquer atendimento odontológico é promover a saúde bucal. Desta forma, o Odontopediatra utiliza as mais modernas técnicas e materiais odontológicos, seguindo os mais rígidos padrões de controle de higiene, com a única finalidade de proporcionar o melhor atendimento a seu filho.

Veja abaixo algumas informações interessantes:
Saúde dos dentes
Os dentes de leite são temporários, porém devem ser muito bem cuidados desde o momento em que irrompem na gengiva, pois eles têm grande importância na saúde dos dentes permanentes: ajudam na fala, na mastigação e degrutição dos alimentos e guardam espaço para seus sucessores que começam a aparecer por volta dos 6 anos. A prevenção é a melhor maneira de manter uma dentição saudável pois ela é a garantia de boa saúde e pode evitar qualquer tipo de doença bucal como lesões de cárie, problemas gengivais, ortodônticos e estéticos desde que a avaliação seja feita na época adequada; porém, se a prevenção não tiver sido feita, não se preocupe, sempre haverá métodos para resolver o problema odontológico do seu filho.

Programas tratam dos dentes dos bebês
Se os pais do passado levavam seus filhos ao dentista “somente quando a dor era insuportável”, a nova geração procura orientação com os filhos ainda bebês. Várias prefeituras mantêm programas específicos em seus postos de saúde para gestantes e mães, que ensinam como cuidar da primeira dentição dos bebês, orientam sobre aleitamento materno, uso de chupeta e realizam exames preventivos nas crianças, identificando problemas logo cedo.

Perda precoce da dentição é o maior problema
Para a coordenadora do Programa de Saúde Bucal de Santo André, a orientação é conservar ao máximo o dente e somente extraí-lo quando não houver mais condições de ser mantido, como no caso de uma endocardite (infecção que pode cair na corrente sanguínea e chegar ao coração).

Perda precoce da dentição é o maior problema
Para a coordenadora do Programa de Saúde Bucal de Santo André, a orientação é conservar ao máximo o dente e somente extraí-lo quando não houver mais condições de ser mantido, como no caso de uma endocardite (infecção que pode cair na corrente sanguínea e chegar ao coração).

A prevenção às cáries começa cedo
Antes do nascimento
Antes mesmo de nascer, o bebe já pode receber cuidados para a sua saúde bucal. Ainda gestante, a mãe deve ter uma alimentação equilibrada e evitar doces.

Aleitamento
O aleitamento materno traz muitas vantagens para a saúde do bebê. Estimula o crescimento e desenvolvimento das estruturas ósseas, musculares e dentárias de uma forma harmônica, prevenindo problemas de má-oclusão e de respiração.

Primeiros dentes
Assim que os primeiros dentes decíduos (de leite) aparecerem, a limpeza deve ser iniciada com gaze ou fralda limpa e água filtrada ou fervida para remover os resíduos alimentares. Quando os molares (dentes do fundo) aparecerem, a higiene deverá ser realizada com escova, pois estes dentes têm algumas reentrâncias (sulcos) que impedem a limpeza só com a fralda. Deve-se utilizar também uma escova dental que seja macia e proporcional ao tamanho da criança.

Escovação
A criança não gosta de escovar os dentes sozinha e cabe aos pais e responsáveis estimular esta atitude. Até os 7 anos, a criança não tem nem mesmo destreza manual suficiente para realizar a escovação. Deve-se dar atenção especial para a escovação noturna, porque além de ocorrer uma diminuição do fluxo salivar durante a noite, os resíduos alimentares que não forem removidos permanecerão muitas horas em contado com os dentes, favorecendo o desenvolvimento da cárie.

Fio dental
O fio dental deve ser utilizado assim que a criança tiver dois dentes que tenham contato entre si, e em locais de difícil acesso da escova.

Creme dental
A maioria dos cremes dentais tem flúor, que é um grande aliado no combate à cárie, se usado corretamente. No entanto, se usado em excesso pode ser prejudicial à saúde. A orientação é: até 4 anos deve-se usar uma quantidade insignificante de creme dental (só sujar a escova), por uma ou duas vezes ao dia, pela manhã e à noite antes de dormir. As demais escovações durante o dia devem ser feitas sem o creme dental. A partir desta idade, o adulto pode aumentar um pouco a quantidade de creme dental, pois a criança já terá mais controle ao cuspir. Mas atenção: os dentistas recomendam evitar o uso de cremes dentais com sabores agradáveis, porque isso estimula a criança a engolir o produto, o que não pode ocorrer.

Chupeta
A chupeta é prejudicial à saúde bucal da criança e deve ser evitada. Pode provocar alterações no crescimento ósseo, no posicionamento dental, na fala e na respiração, além de deixar a criança pré-disposta a infecções.

Respiração
É importante que os pais ou responsáveis observem se a criança respira normalmente pelo nariz. Isso porque a respiração pela boca pode trazer vários problemas a sua saúde, como má-oclusão, distúrbios respiratórios, problemas no crescimento e desenvolvimento. O médico ou do dentista deve ser informado sobre o problema, que pode ser evitado.

Consistência dos alimentos
Após a erupção dos dentes é importante que a criança consuma alimentos mais consistentes ou sólidos para que a musculatura seja exercitada e isso estimule o crescimento e desenvolvimento harmoniosos dos ossos da face. A mastigação tem de ser feita dos dois lados da boca. Os alimentos pegajosos devem ser evitados.

Hábitos alimentares
Os hábitos alimentares são adquiridos nos primeiros anos de vida. Uma dieta equilibrada com frutas, carnes, ovos, leite e cereais, e em horários regulares é uma medida importante para a saúde da criança, inclusive a bucal. Os dentistas alertam para se evitar adicionar açúcar aos alimentos dado à criança, porque depois é difícil retirar o hábito. Quanto mais tarde ela tiver contato com o açúcar refinado, melhor para saúde bucal. Se for oferecer algo doce, que seja após as refeições, como sobremesa, e não durante o dia, e em seguida os dentes têm de ser limpos.