Implantodent - Orientações

Técnicas para vencer o medo do tratamento odontológico

Com a intenção de inteirá-lo sobre as técnicas de relaxamento que você pode aplicar antes de ir a um dentista, fizemos esta ficha de informações. Caso existam dúvidas, envie um e-mail para nós.

* Compartilhe com seu cirurgião dentista ou com a auxiliar do consultório seus medos e ansiedades. Faça com que eles saibam que você fica tenso e ansioso de tal maneira que eles possam dar um atendimento especial ao seu caso que esteja de acordo com suas sensações. O profissional poderá ministrar um calmante ou uma medicação analgésica para que não ocorra dor durante o tratamento. Expressados seus temores e angustias você poderá controlá-los melhor, relaxar e receber um tratamento mais efetivo e indolor.

* Procure não marcar horários de consulta em épocas que você esteja estressado, nervoso ou fisicamente esgotado (caso você tenha receios de tratamentos odontológicos). Realizar o tratamento nas primeiras horas da manhã ou num sábado será mais tranqüilo que ir ao consultório após um dia exaustivo de trabalho.

* Tenha sempre em mente que se você consultar sempre seu cirurgião dentista, haverá sempre um número menor de procedimentos profissionais a serem realizados. Procure desta forma tomar seu tratamento dental mais preventivo que curativo. Você terá então a possibilidade de ter contato com a equipe do consultório e sentir-se mais a vontade quando necessitar dos seus serviços. Poderá também visitar o cirurgião dentista acompanhado de um parente ou amigo para sentir-se mais confiante e amparado, reduzindo desta forma a tensão.

* Tente identificar a origem do seu medo e de seus receios. Se é um trauma de infância ou pavor do barulho produzido pelo motor. Existem técnicas modernas que diminuem e até eliminam todas as sensações dolorosas e desagradáveis.

* Descanse bastante na noite anterior. Faça uma refeição leve antes da consulta, procurando roupas confortáveis, evitando utilização de blusas justas no pescoço e colarinho apertados.

* Se possível faça consultas de curta duração e aumente gradativamente o tempo de atendimento. Combine com o dentista um determinado sinal, segundo o qual ele deverá parar o tratamento assim que você sentir o menor desconforto. Tais sinais poderão ser convencionados previamente, como um aceno de mão ou um toque na cadeira.

* Fique calmo durante o tratamento. Procure relaxar todas as partes do corpo. Imagine que esteja frente a uma cena ou paisagem agradável. Lembre-se de situações alegres que ocorreram ou que virão ocorrer.

* Durante o tratamento use técnicas que afastem sua atenção do que está ocorrendo. Respire de forma profunda e compassadamente, contando as suas respirações. Contraia e relaxe a musculatura das pernas e dos braços, desviando a sua atenção para essas contrações e relaxamentos.

* Solicite ao dentista ou a auxiliar que explique cada etapa do tratamento. Quanto mais você souber a respeito do que está sendo feito, mais você poderá relaxar, diminuindo a sensação de desconforto. O medo do desconhecido aumenta a tensão emocional. Procure discutir e conversar com o profissional sobre várias opções de tratamento que você poderá ser submetido.

* Quando terminar a consulta você deverá sentir-se orgulhoso de si mesmo por ter conseguido superar a sua crise de temor e de ter colaborado com o dentista. Deverá mesmo recompensar-se por ter superado a sua crise de ansiedade e ter colaborado, facilitando o tratamento.

* Lembre-se que seu relacionamento com seu dentista é muito importante para o êxito do tratamento. Não se considere apenas como objeto de um trabalho que está sendo executado, mas como parte integrante da equipe. Seu dentista ficará satisfeito com seu agradecimento e sua colaboração.

NOSSO OBJETIVO É: DEDICAÇÃO, SAÚDE, COMPREENSÃO E CARINHO ÀQUELES QUE NOS PROCURAM.
MAS LEMBRE-SE QUE A SUA AJUDA É FUNDAMENTAL PARA A REALIZAÇÃO DESTE OBJETIVO.